PNL-Kits de Livros




Máquina do Tempo


Luís Almeida Martins
Editor: Impresa Publishing
Ano Edição: 2008
Páginas: 79
Nº de exemplares: 10

Resumo: Um livro com desenhos que reproduzem e explicam episódios importantes da História de Portugal. Descobre os erros nos desenhos e aprende história.





A Orquídea e o Beija-Flor
Ana Benasulin, Bárbara Vilar, Paula Pinto, Sandra Gabriel, Sandra Gil, Susana Lameiras, Yasmina Gonçalves
Editor: Areal
Ano Edição: 2006
Páginas: 143
Nº de exemplares: 14

Resumo: As muitas questões que compõem este livro traduzem as dúvidas e as preocupações dos jovens portugueses ao nível da sexualidade. O crescimento fisiológico, os primeiros amores, as primeiras relações sexuais e o que por inerência lhe está ligado: a contraceção, a gravidez, as infeções sexualmente transmissíveis, bem como um sem número de quês e porquês.
As respostas pretendem ser claras e diretas, dirigidas aos jovens mas também aos educadores, pais e professores interessados em aprofundar os seus conhecimentos na área da sexualidade e que se confrontam ou poderão vir a confrontar com questões para as quais, muitas vezes, faltam palavras na hora da resposta.




Leandro, Rei da Helíria
Alice Vieira
Editor: Caminho
Ano Edição: 1991
Páginas: 110
Nº de exemplares: 13

Resumo: Esta peça de teatro para crianças e jovens (com um enredo em muitos aspetos semelhante ao de "Rei Lear", de Shakespeare) foi buscar a sua base a uma narrativa popular. Um pai decide repartir o reino pelas filhas e põe-nas à prova, acabando, contudo, por deserdar a mais nova. Esta vem a revelar-se, afinal, a única que era merecedora da sua generosidade. Vítima do próprio orgulho e castigado pela sua cegueira, o rei expia as culpas mergulhando na miséria, até ser finalmente salvo e perdoado pela filha mais nova entretanto reencontrada.





O Rapaz do Pijama às Riscas
John Boyne
Editor: Leya
Ano Edição: 2011
Páginas: 190
Nº de exemplares: 15



Resumo: Bruno, de nove anos, nada sabe sobre a Solução Final e o Holocausto. Não tem consciência das terríveis crueldades que são infligidas pelo seu país a vários milhões de pessoas de outros países da Europa. Tudo o que ele sabe é que teve de se mudar de uma confortável mansão em Berlim para uma casa numa zona desértica, onde não há nada para fazer nem ninguém para brincar. Isto até ele conhecer Shmuel, um rapaz que vive do outro lado da vedação de arame que delimita a sua casa e que estranhamente, tal como todas as outras pessoas daquele lado, usa o que parece ser um pijama às riscas. 




O Principezinho
Antoine de Saint-Exupéry
Editor: Editorial Presença
Ano Edição: 2001
Páginas: 93
Nº de exemplares: 14

Resumo: O narrador da obra é um piloto com um avião avariado no deserto do Sahara, que, tenta desesperadamente, reparar os danos causados no seu aparelho. Um belo dia os seus esforços são interrompidos devido à aparição de um pequeno príncipe, que lhe pede que desenhe uma ovelha. Perante um domínio tão misterioso, o piloto não se atreveu a desobedecer e, por muito absurdo que pareça - a mais de mil milhas das próximas regiões habitadas e correndo perigo de vida - pegou num pedaço de papel e numa caneta e fez o que o principezinho tinha pedido. E assim tem início um diálogo que expande a imaginação do narrador para todo o género de infantis e surpreendentes direções. «O Principezinho» conta a sua viagem de planeta em planeta, cada um sendo um pequeno mundo povoado com um único adulto. Uma história terna que apresenta uma exposição sentida sobre a tristeza e a solidão, dotada de uma filosofia ansiosa e poética, que revela algumas reflexões sobre o que de facto são os valores da vida.




Antes de Começar de Almada Negreiros e Falar Verdade a Mentir de Almeida Garrett
Lucrécia Costa e Fátima Páscoa
Editor: Texto
Ano Edição: 2008
Páginas: 80
Nº de exemplares: 14

Resumo: Através de atividades, jogos, fichas e questionários sobre os textos contemplados no Programa de Português, esta coleção permite ao aluno:
- Situar-se no tempo e no espaço, estabelecendo a ligação com outras disciplinas;
- Compreender rapidamente a obra; 
- Ter um bom desempenho nas aulas e nos testes; 
- Encontrar novas formas de pensar; 
- Despertar para a leitura e para o saber.





Capitães da Areia
Jorge Amado
Editor: Leya
Ano Edição: 2011
Páginas: 286
Nº de exemplares: 14

Resumo: Jorge Amado descreve, em páginas carregadas de grande beleza e dramatismo, a vida dos meninos abandonados nas ruas de São Salvador da Bahia, conhecidos por Capitães da Areia.





Bichos
Miguel Torga
Editor: Leya
Ano Edição: 2010
Páginas: 94
Nº de exemplares: 13

Resumo: A ideia principal deste livro centra-se numa contradição entre a vida e a cultura de uma sociedade, através da apresentação de animais com sentir humano e vice-versa; uma irmandade entre homens e animais.
Cada capítulo desta obra possui um diferente protagonista.
  • Nero: pequeno cão que, enquanto era pequeno, era adorado e querido por todos; mal cresceu, nunca mais ninguém quis saber da sua existência e acabou por morrer de solidão.
  • Mago: gato ao qual foi tirada a liberdade, por uma senhora; consequência: desdém por parte dos amigos de Mago.
  • Madalena: mulher grávida que, farta da vida que tinha, tentou fugir da sua aldeia, acabando por abortar pelo caminho.
  • Morgado: burro de carga que, quando ficou velho, perdeu grande parte da sua força e rapidez e, por tal razão, foi abandonado.
  • Bambo: sapo charmoso que se achava muito entendedor da vida.
  • Tenório: galo que, enquanto jovem, cantava bem e era galado por todos; na velhice, serviu de jantar!
  • Jesus: menino que roubou um pintassilgo do seu ninho e ficou com ele.
  • Cega-rega: formiga temerosa do Inverno.
  • Ladino: pardal manhoso e matulão, mas que, inicialmente, tivera medo de voar.
  • Ramiro: cordeiro que mata a ovelha amada, despropositadamente.
  • Farrusco: melro amante de dias agitados, mas assim que se aproximava o lusco-fusco, adormecia logo.
  • Miura: mais um touro protagonista da desgraçada morte que esta raça animal sofre nas touradas.
  • Senhor Nicolau: homem que colecionava, estudava e embalsamava insetos; 
  • Vicente: corvo que conseguiu alcançar a liberdade.



O Cavaleiro da Dinamarca
Sophia de Mello Breyner Andresen
Editor: Figueirinhas
Ano Edição: 2011
Páginas: 58
Nº de exemplares: 14

Resumo: A obra O Cavaleiro da Dinamarca é uma narrativa infanto-juvenil que procura traçar o percurso de um Cavaleiro dinamarquês que, deixando a sua família, enceta uma peregrinação à Terra Santa. A narrativa conta-nos as peripécias dessa viagem, bem como o seu regresso ao lar.





Contos
Eça de Queirós
Editor: Porto Editora
Ano Edição: 2009
Páginas: 255
Nº de exemplares: 13

Resumo: No prefácio dos "Azulejos do Conde de Arnoso", emite Eça a sua opinião sobre o conto: "No conto tudo precisa de ser apontado num risco leve e sóbrio: das figuras deve-se ver apenas a linha flagrante e definidora que revela e fixa uma personalidade; dos sentimentos, apenas o que caiba num olhar, ou numa dessas palavras que escapa dos lábios e traz todo o ser; da paisagem somente os longes, numa cor unida". O enredo é simples, linear. Não é analítico. Há neles concentração de ação, tempo e espaço. Eça realiza-se também como contista.



Contos
Vergílio Ferreira
Editor: Quetzal
Ano Edição: 2009
Páginas: 238
Nº de exemplares: 13

Resumo: Vergílio Ferreira, escrevendo no Portugal de Salazar, descreve um país ancorado nos confins dos tempos e que permaneceu inalterado quase até aos nossos dias.
Frases magníficas, num português sem rugas, mas que nos introduzem afinal num mundo primitivo, com as suas anacrónicas noções de honra e os seus insólitos rituais de inspiração bíblica.





A Ilha Encantada
Hélia Correia
Editor: Relógio D’Água
Ano Edição: 2008
Páginas: 134
Nº de exemplares: 13


Resumo: A história começa com o naufrágio de uma embarcação onde seguia o rei de Nápoles, o seu filho, o "falso irmão" deste (duque de Milão) e vários membros da corte.
Encontram abrigo numa ilha remota onde vive Próspero, o "verdadeiro" duque de Milão, a filha e dois escravos - Caliban (um ser disforme e diabólico que corporiza os instintos animalescos do Homem) e Ariel (uma figura etérea, espiritualizada e leal, cujos poderes mágicos se combinam com os de Próspero).
Próspero, que tem o dom de alterar as condições atmosféricas, tinha, afinal, sido o responsável pelo naufrágio da embarcação, de forma a ajustar contas com o impostor e usurpador do título do Ducado de Milão.




História de uma Gaivota e do Gato que a ensinou a voar
Luís Sepúlveda
Editor: Porto Editora
Ano Edição: 2010
Páginas: 231
Nº de exemplares: 17

Resumo: Esta é a história de Zorbas, um gato grande, preto e gordo. Um dia, uma formosa gaivota apanhada por uma maré negra de petróleo deixa ao cuidado dele, momentos antes de morrer, o ovo que acabara de pôr.
Zorbas, que é um gato de palavra, cumprirá as duas promessas que nesse momento dramático lhe é obrigado a fazer: não só criará a pequena gaivota, como também a ensinará a voar. Tudo isto com a ajuda dos seus amigos Secretário, Sabetudo, Barlavento e Colonello, dado que, como se verá, a tarefa não é fácil, sobretudo para um bando de gatos mais habituados a fazer frente à vida dura de um porto como o de Hamburgo do que a fazer de pais de uma cria de gaivota...





Uma Aventura na Quinta das Lágrimas
Ana Maria Magalhães, Isabel Alçada
Editor: Caminho
Ano Edição: 1999
Páginas: 231
Nº de exemplares: 14


Resumo: No decorrer de uma visita a Coimbra, a fim de participar num festival desportivo, os nossos aventureiros foram visitar a Quinta da Lágrimas, palco de uma das mais trágicas histórias de amor portuguesas.
Foi lá que travaram conhecimento com um rico marajá, a sua filha e uma excêntrica comitiva, que mais não fazem do que despoletar um sem numero de acontecimentos que acabam por prender as gémeas (Filipa e Mafalda Mendes), Chico (Cristóvão Campos), Pedro (Manuel Moreira) e João (Sandro Silva) a este local. Por um lado, existe uma quadrilha que quer roubar um rubi valiosíssimo, pertença do marajá. Por outro lado, assiste-se a uma ardilosa conspiração no seio dos seus mais fiéis colaboradores que visa roubar a vida ao nobre príncipe e a sua filha, com o intuito de herdar uma colossal fortuna. Será que, por uma vez, a aventura vai acabar mal?




Os Lusíadas em Prosa
Amélia Pinto Pais
Editor: Areal
Ano Edição: 2009
Páginas: 141
Nº de exemplares: 13

Resumo: Esta edição escolar de Os Lusíadas apresenta fundamentalmente duas partes: o texto do poema e o texto informativo/explicativo da autora.
O texto do poema, transcrito da 1ª edição, é devidamente explicitado em notas de rodapé, localizadas junto do texto a que dizem respeito, o que permite uma consulta mais rápida e eficiente por parte do aluno. Além disso, cada canto é apresentado a partir de um quadro global de sistematização e os episódios mais importantes são sujeitos a análises-tipo e/ou confrontados com textos complementares.
O texto da autora engloba ainda informações complementares relativamente ao poeta e à epopeia: o contexto histórico-literário, apêndices com as figuras de estilo mais frequentes, o sistema mitológico, quadros de sistematização geral, quadros de organização narrativa, sugestões de trabalho, entre outras.



Diário de Anne Frank
Anne Frank
Editor: Livros do Brasil
Ano Edição: 2009
Páginas: 439
Nº de exemplares: 14


Resumo: Anne Frank, a autora deste diário, foi uma das inúmeras vítimas do terror e da barbárie nazi e morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen, em Março de 1945. Anne era ainda uma menina, entre os 13 e os 15 anos, quando escreveu o seu surpreendente diário em forma de cartas, inicialmente com a intenção de as guardar só para si. Anne era filha de uma família de comerciantes  judeus alemães que em 1933 emigraram para a Holanda, ficando a viver em Amesterdão. Quando os alemães invadiram a Holanda, os Frank esconderam-se por cima dos escritórios do pai de Anne. A família era composta por oito pessoas e ficaram escondidos desde Junho de 1942, até ao momento em que foram capturados, no início de Agosto de 1944, e enviados para campos de concentração. O diário de Anne foi resgatado por amigos e mais tarde publicado pelo seu pai, seguindo a vontade que a própria Anne tinha de o publicar após a guerra, impressionada que ficara com um discurso feito pelo ministro da educação holandês, na primavera de 1944, em que este defendia que, terminada a guerra, deveriam ser compilados e publicados todos os testemunhos do sofrimento do povo holandês.



O Romance de Rita R.
Ana Saldanha
Editor: Caminho
Ano Edição: 2006
Páginas: 196
Nº de exemplares: 14

Resumo: Um computador portátil usado, a preço irresistível. Não resisti. Só passados dias o liguei. Estava a transbordar de documentos! Não abri nem um. Se encontrasse um diário também não o leria. Eu tenho princípios.
Tentei encontrar o vendedor, sem resultado. Que fazer? Não tinha alternativa: ouvi o áudio-diário da Rita. Era um diário típico de uma adolescente. Li também as receitas, as tentativas de escrever um romance, olhei para as fotografias, li os e-mails. E o pequeno mundo que me apareceu à frente era sólido e completo.
Enviei tudo ao meu editor. Com dificuldade, consegui convencê-lo de que, desta vez, a ficção era uma história real, realmente contada pela sua protagonista. Tenho a esperança de um dia vir a conhecer pessoalmente a Rita R.



Sexta-Feira ou a Vida Selvagem
Michel Tournier
Editor: Editorial Presença
Ano Edição: 2010
Páginas: 111
Nº de exemplares: 15

Resumo: Robinson poderá nunca voltar ao mundo que deixou. Então, palmo a palmo, edifica o seu pequeno reino. Tem uma casa, fortalezas para se defender e um criado, Sexta-Feira, que lhe é dedicado de alma e coração. Tem mesmo um cão, que envelhece calmamente ao sol de Speranza. A ilha é um pequeno baluarte de civilização e tudo parece ir pelo melhor. A verdade é que todos três se aborrecem. Sexta-Feira nada compreende da organização, das leis, dos rituais que tanto agradam a Robinson. Escapa-lhe a razão de ser dos campos cultivados, dos rebanhos, das fortalezas. Mas dá-se um acontecimento inesperado…


A Lua de Joana
Maria Teresa Maia Gonzalez
Editor: Babel
Ano Edição: 2010
Páginas: 170
Nº de exemplares: 14
Resumo: Esta história retrata a vida de Joana, uma adolescente que perdeu a melhor amiga (Marta) por overdose. Sentindo a sua falta, Joana começa a escrever-lhe cartas, a contar-lhe o seu dia-a-dia, usando-as como uma espécie de diário, o que lhe dá uma sensação de proximidade de Marta, que conhecia desde criança e com quem sempre teve segredos e cumplicidade. 
Joana, numa espécie de tentativa de mudar, pinta o quarto de branco, pendurando um baloiço em forma de lua, à qual muda a posição conforme o seu humor. Sentindo-se incompreendida pela família (a mãe que passa horas na loja onde trabalha, o irmão difícil, o pai ausente) e pelos colegas, comete alguns erros e algumas mudanças, acabando por se apaixonar  pelo irmão da defunta amiga e envolvendo-se com ele.
No livro, aparecem as cartas do retrato da vida desta adolescente só que, conforme vai entrando em decadência,  vai alterando o branco do quarto, tornando-se mais colorido (mas não de uma forma boa).
Termina com o pai  dela, a acabar de ler aqueles "relatos", sentindo-se impotente por não ter estado lá para ela, por não ter percebido nada...e por não ter conseguido evitar que, tal como Marta, Joana morresse.





O Conto da Ilha Desconhecida
José Saramago
Editor: Caminho
Ano Edição: 2009
Páginas: 39
Nº de exemplares: 13
Resumo: Um dia, um homem dirigiu-se à porta do rei para pedir um barco, mas aquela era a porta das petições, e não foi recebido pelo rei. Depois de muita insistência e de a muitas portas bater pelos meandros da burocracia real lá conseguiu que o rei lhe desse, finalmente, o tão desejado barco. A mulher da limpeza do palácio real foi a única tripulação que arranjou e, depois de apetrechado e limpo o barco, dormiram essa noite no cais. Na manhã seguinte batizaram a embarcação e, pela hora do meio-dia, com a maré, a Ilha Desconhecida  fez-se enfim ao mar, à procura de si mesma.




O Velho que lia Romances de Amor
Luís Sepúlveda
Editor: Porto Editora
Ano Edição: 2009
Páginas: 127
Nº de exemplares: 15

Resumo: António Proaño, personagem principal da obra, é apresentado como um homem simples, mas um profundo conhecedor da floresta amazónica, local onde se refugiou e aprendeu a sobreviver após a morte da sua esposa. O enredo adensa-se quando começam a surgir cadáveres de pessoas e animais, presumivelmente atacados por um predador, uma onça. É António Proaño quem - sozinho -, após uma expedição falhada levada a cabo pelo administrador da aldeia, consegue abater o felino, embora lamentando a desigual luta que opôs um animal a um humano fortemente armado.




A Cidade dos Deuses Selvagens
Isabel Allende
Editor: Difel
Ano Edição: 2003
Páginas: 284
Nº de exemplares: 14

Resumo: Quando a sua mãe adoece, o jovem Alexander Cold parte com a extravagante avó Kate, numa expedição da National Geographic à selva amazónica, em busca de um estranho animal que muito pouca gente viu e que os indígenas chamam «a besta». Outros membros da expedição, dirigida por um petulante antropólogo, são dois fotógrafos norte-americanos, uma bela médica, um guia venezuelano e a sua surpreendente filha de nove anos. Uma história emocionante e comovente que prende da primeira à última página e que alerta para os problemas ecológicos e para o drama terrível da extinção das tribos índias da região do Amazonas, como consequência direta da exploração desenfreada e irresponsável praticada pelos brancos.





Os da Minha Rua

Ondjaki
Editor: Leya
Ano Edição: 2008
Páginas: 127
Nº de exemplares: 13

Resumo: Nesta coletânea de contos há espaços que são sempre nossos. E quem os habita, habita também em nós. Falamos da nossa rua, desse lugar que nos acompanha pela vida. A rua como espaço de descoberta, alegria, tristeza e amizade. Os da Minha Rua tem nas suas páginas tudo isso.





Mar me quer
Mia Couto
Editor: Caminho
Ano Edição: 2000
Páginas: 68
Nº de exemplares: 14



Resumo: "Mar me Quer", conta-nos a história de Dona Luarmina, "gorda e engordurada", com relampejos da infância, e Zeca Perpétuo, cuja infância cedo morreu, como o pai, que mergulhara nas funduras das águas marinhas, para socorrer a sua amada. São personagens com o seu quê de poético, seres que resistem às agruras que a vida traz, com uma alegria e uma candura digamos que quase biológica.



O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
Jorge Amado
Editor: Publicações D. Quixote
Ano Edição: 2001
Páginas: 100
Nº de exemplares: 16




Resumo: Esta é a história de um gato que se apaixona por uma andorinha, causando estranheza em todos os outros animais que habitavam um parque.
A Andorinha está prometida ao Rouxinol mas, ao mesmo tempo, incentiva o amor do Gato. Acontecem juras, o Gato escreve poemas, eles passeiam juntos enquanto as outras personagens condenam o amor impossível.





Histórias da Terra e do Mar
Sophia de Mello Breyner Andresen
Editor: Figueirinhas
Ano Edição: 2006
Páginas: 131
Nº de exemplares: 13



Resumo: Histórias da Terra e do Mar é um livro composto por cinco contos - "História da Gata Borralheira", "O Silêncio", "A Casa do Mar", "Saga" e "Vila d'Arcos" - que nos transportam para o universo da infância. Cada um deles tem uma harmonia própria que vive de alargadas descrições, de personagens encantadas e de metáforas expressivas.


                                          

Sem comentários:

Enviar um comentário